sexta-feira, 21 de julho de 2017

KAFKA



A leitura do poemeto pode ser vista no canal aRTISTA aRTEIRO do youtube:

Em português

Penso em uma barata...
Mas poderia ser um besouro.  
Porém primeiro penso em uma barata.
Todavia é um corvo.

É Na Colônia Penal
Que vejo na estranha máquina de execução
Não a causa de nossa condição essencial
Mas as particularidades maquinais da pena de vida.

Nem todo branco é alvo
Na sociedade que inaperfeiçoa
E visa aperfeiçoar pessoa
Tornando todo negro alvo.

E os rios, as matas, as águas
Cada índio nada...



En español

Pienso en una cucaracha…
Pero podría ser un abejorro.
Pero, primer pienso en una cucaracha.
No obstante es un cuervo.

Es en la Colonia Penal
Que veo en la rara máquina de ejecución
No la causa de nuestra condición esencial
Pero las particularidades maquinales de la pena de vida.

Ni todo blanco es blanco
En la sociedad que no perfecciona
Y visa perfeccionar persona
Cambiando todo negro blanco.

Y los ríos, las matas, las aguas
Cada indio nada.


 Rubem Leite é escritor, poeta e crontista. Escreve ao Ad Substantiam semanalmente às quintas-feiras; e todo domingo no seu blog literário: aRTISTA aRTEIRO.  É professor de Português, Literatura, Espanhol e Artes. É graduado em Letras-Português. É pós-graduado em “Metodologias do Ensino da Língua Portuguesa e Literatura na Educação Básica”, “Ensino de Língua Espanhola”, “Ensino de Artes” e “Cultura e Literatura”; autor dos artigos científicos “Machado de Assis e o Discurso Presente em Suas Obras”, “Brasil e Sua Literatura no Mundo – Literatura Brasileira em Países de Língua Espanhola, Como é Vista?”, “Amadurecimento da Criação – A Arte da Inspiração do Artista” e “Leitura de Cultura da Cultura de Leitura”. É, por segunda gestão, Secretário da ASSABI – Associação de Amigos da Biblioteca Pública Zumbi dos Palmares (Ipatinga MG). Foi, por duas gestões, Conselheiro Municipal de Cultura em Ipatinga MG (representando a Literatura).


Escrito na manhã de 28 de junho de 2017; inspirado na vídeo-aula “Literatura: dizer sobre o mundo, dizer sobre o dizer” da disciplina Literatura Comparada do curso de pós-graduação Cultura e Literatura, ministrada pelo professor Paulo A. Suethe; pela faculdade de Educação São Luís. E trabalhado entre os dias 15 e 21 de julho do mesmo ano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário